Seguro incêndio: o que é, como funciona e quais as vantagens?

seguro incêndio
4 minutos para ler

Para morar bem é importante ter segurança com o imóvel. Mesmo quando se toma todas as precauções, imprevistos podem ocorrer e é por isso que entender o que é, como funciona e quais as vantagens do seguro incêndio, pode fazer toda a diferença.

Nesse post, vamos detalhar tudo o que você precisa saber sobre isso, a fim de que possa usufruir dessa proteção em seu lar da melhor forma possível. Continue lendo e aprenda com as informações a seguir.

O que é o seguro incêndio?

Seguro incêndio é uma das garantias obrigatórias que constam nas cláusulas de um seguro residencial. Assim como aquele que visa a garantia em caso de queda de raios e explosões, a proteção contra incêndio faz com que, caso esse imprevisto ocorra, você tenha toda a assistência financeira e de especialistas para reerguer a casa ou apartamento que passar por esse revés.

Para que ele serve?

Conforme adiantamos na introdução, mesmo quando se toma todas as precauções, pode acontecer um incêndio por conta de um curto circuito dentro do imóvel, um gás que escapa, entre outras situações que podem não ser totalmente controláveis.

O seguro incêndio possibilita que você receba uma quantia em dinheiro, assim como todo o direcionamento de especialistas da área, no momento de reparar os danos causados por esse contratempo.

Como ele funciona em imóveis alugados?

Diversos imóveis alugados contam com o seguro residencial, o que significa que a proteção contra incêndio já está incluída. Geralmente, ele é pago pelo proprietário mas pode ocorrer também desse custo ser repassado ao locatário, dependendo do tipo de contrato que é firmado. Na dúvida, conte com uma imobiliária e tenha maior segurança na hora de negociar um imóvel.

Quais são suas vantagens?

Passar por um revés como um incêndio no imóvel é algo extremamente desagradável e com alto custo de reparação. As vantagens de contar com um seguro como esse é justamente não estar sozinho em um momento tão complicado e ter os recursos necessários para superar esse contratempo. Afinal, existem certas economias que, na verdade, trazem ainda mais prejuízos. Por isso, não subestime a importância dessa proteção e invista no que é melhor para você.

Quanto custa, em geral, um seguro contra incêndio?

Bom, acredite ou não, mas o seguro residencial que já inclui a proteção contra incêndio não costuma passar de 0,5% do valor total do imóvel. Essa quantia pode ser considerada bem baixa se levar em conta que, caso qualquer infortúnio ocorra, ficará muito mais caro reparar os danos.

Em cidades como São Paulo, um serviço como esse costuma ficar em torno de R$ 400,00 para casas e pouco mais de R$ 100,00 mensais para apartamentos. Dada a amplitude dessa proteção, vale bastante a pena investir.

Como fazer um seguro incêndio?

O processo é simples: basta procurar uma seguradora que oferece esse tipo de serviço e apresentar os documentos exigidos na contratação. Existem também imobiliárias que já trabalham oferecendo essa segurança aos clientes, caso queiram proteger seus imóveis.

O seguro incêndio é obrigatório?

A lei brasileira não exige que proprietários, nem inquilinos façam seguro incêndio. Ainda que em países desenvolvidos, ou mesmo no nosso vizinho Chile, esse tipo de proteção seja bastante comum, por aqui, ainda não passa da casa dos 10% dos imóveis. A ideia de que o seguro é caro faz com que muitas pessoas erroneamente evitem pagar essa segurança para seus lares.

Como você pôde ver, não é difícil entender a importância do seguro incêndio para sua casa ou apartamento. Agora que tem as informações certas, aproveite para se proteger e fazer do seu imóvel um local bem mais protegido.

Se gostou de saber do que se trata esse serviço, mas ainda quer esclarecer algum ponto, deixe seu comentário. Será um prazer ajudar você a entender melhor como usufruir dessa segurança.

Você também pode gostar

Deixe um comentário