3 erros comuns ao adquirir o primeiro imóvel e como evitá-los

primeiro imóvel
4 minutos para ler

O sonho da casa própria é algo inato no brasileiro, afinal, quem nunca ouviu que gastar dinheiro com aluguel é um mau investimento? No entanto, com informações não tão completas e sem uma análise da situação individual de cada um, é possível que ocorram alguns descuidos pela ânsia de adquirir o primeiro imóvel.

Como diria o dito popular: “a pressa é inimiga da perfeição” e, por isso, alguns equívocos podem acabar custando muito caro. É extremamente importante que, ao decidir fazer um investimento desses, o consumidor lembre de fazer algumas pesquisas para garantir que sua decisão será a melhor a ser feita.

A fim de reunir todas as informações relevantes, criamos este artigo com os 3 principais erros que devem ser evitados. Acompanhe!

1. Não pesquisar o suficiente antes de comprar

Não pesquisar bem antes de comprar pode fazer com que a decisão final não seja a melhor a ser feita. Para que o imóvel esteja o mais próximo daquilo que sempre sonhou é importante analisar alguns aspectos essenciais, como:

  • localização preferencialmente perto do atual trabalho ou de metrôs/pontos de ônibus;
  • tamanho médio desejado ou quantidade de dormitórios mínima;
  • varanda, suíte ou infraestrutura no condomínio, como piscina, por exemplo;
  • vaga para carro;
  • valor de condomínio máximo a ser pago (caso haja).

2. Não analisar o quanto se pode pagar de fato

Um erro muito comum é que algumas pessoas gostam tanto de um imóvel que se comprometam a pagá-lo sem de fato terem condição, pagando juros abusivos por financiarem a perder de vista ou comprometerem a maior parte de seu rendimento. Por isso, estabeleça um teto de gasto para que sua compra saia conforme o planejado. Uma forma prática de fazer isso é:

  • quanto é possível dar de entrada;
  • quanto é possível pagar de prestações mensalmente (lembrar de contar com a possibilidade de haver gasto com condomínio);
  • em quantos anos você quer se comprometer em financiar o imóvel;
  • valor máximo que pode se comprometer.

3 – Não pesquisar o histórico da construtora ou imobiliária

Não saber com quem está fazendo negócio é um dos erros mais comuns. Não é porque achou um imóvel aparentemente perfeito entre suas considerações que deve fechar negócio sem considerar o background da empresa com quem irá fechar o contrato.

Algumas construtoras, por exemplo, não tem muita credibilidade e, sendo novas, por exemplo, podem falir, fazendo você perder todo o dinheiro. Outra questão é analisar se a imobiliária escolhida não costuma embutir juros abusivos no contrato. Por isso, esteja de olho.

Diante a tantas possibilidades de cair numa cilada é importante contar com uma empresa de aluguel de imóveis de forma simplificada e que possa ajudá-lo na aquisição do primeiro imóvel, não é mesmo? Através de uma base tecnológica e outros diferenciais que só a Desenrola tem é possível encontrar a opção ideal para seu bolso e necessidades.

Viu como é importante estar atento a todas informações listadas aqui para evitar possíveis erros que impactem negativamente em seu investimento? Por isso, lembre-se de pesquisar bastante antes de decidir comprar o imóvel, analise bem o quanto pode pagar e pesquise a respeito do histórico da construtora ou imobiliária. Desse modo fica muito mais fácil de conseguir uma opção bastante assertiva!

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar antenado nas principais novidades a respeito do mundo imobiliário então nos siga nas redes sociais! Lá você pode acompanhar mais artigos, notícias e dicas desse setor.

Você também pode gostar

Deixe um comentário