Quais são as tendências do mercado imobiliário para o ano de 2020?

mercado imobiliário
6 minutos para ler

O mundo está em constante transformação. Como uma forma de não ficar para trás, vários setores também estão inovando e se ajustando — e o mercado imobiliário é um deles. A cada temporada, esse segmento vem sofrendo inúmeras evoluções, especialmente, as tecnológicas, com o objetivo de proporcionar mais agilidade, praticidade e, claro, segurança aos seus clientes.

Em 2020, esse cenário não será diferente — e várias novidades já nos aguardam por aí. Esse é o caso do crescimento significativo das vendas realizadas pela internet, da alta valorização dos empreendimentos, bem como uma constante preocupação com questões que envolvem a sustentabilidade do planeta.

Dito isso, é sempre bom estar por dentro dessas alterações para, no futuro, conseguir fechar o melhor negócio. Pensando no assunto, trouxemos para o post quais são as principais tendências e o que esperar de cada uma delas. Acompanhe a leitura!

Maior disposição em fechar negócio

Podemos dizer que em 2020, uma das principais tendências do mercado imobiliário, será o aumento do investimento em planos de financiamento. Isso porque, o Governo Federal vem desenvolvendo projetos que facilitam essa prática em diferentes módulos.

Para exemplificar, temos a criação de um programa, de cunho habitacional, e que promete liberar uma verba de até R$ 450 milhões para este ano, mas ainda tem mais. Ao que tudo indica, há grandes chances do famoso “Minha Casa, Minha Vida” (MCMV) ser ampliado, permitindo assim, que mais indivíduos consigam alcançar o sonho da casa própria de um modo prático e acessível.

Já no universo da iniciativa privada, as perspectivas também são positivas. Segundo o Ministério da Economia, aproximadamente 250 empresas e organizações já demonstraram interesse em investir no país no decorrer dos meses. Bem bacana!

Aumento da variedade de ofertas de crédito

Se você está com planos de adquirir um patrimônio, saiba que 2020 é o ano certo para tirar os seus desejos do papel. Segundo os especialistas, este será o período em que as ofertas de créditos serão facilitadas, inclusive, aquelas que envolvem o mercado imobiliário.

O motivo? Nos próximos meses, é possível que a taxa Selic e outras tarifas de juros, diminuam significativamente, fazendo com que os investidores e consumidores se sintam mais entusiasmados para realizar novos investimentos.

Aqui, ainda é importante destacar que a diminuição dessas taxas, tradicionalmente praticadas pelas instituições financeiras, são responsáveis por impactar diretamente no poder aquisitivo da população. Uma vez menores, o crédito imobiliário se tornará mais acessível e, logo, haverá um número maior de pessoas fechando contratos.

Valorização dos empreendimentos

Diversos setores — como o mercado imobiliário — estão tentando recuperar o lucro e fazer com que os próximos anos sejam mais prósperos. Por isso, estima-se que até 2021, haverá uma grande valorização de imóveis, já que a inflação tende a cair, bem como as taxas de juros, como citamos acima.

Consequentemente, esses fatores serão os responsáveis por fazer com que o valor dos empreendimentos fique mais estável, criando assim, um cenário favorável para aqueles que estão com planos de investir.

Ou seja, a recomendação é que, daqui para frente, você fique atento. É possível que, em breve, seja viável encontrar propriedades por um preço mais atrativo e que caiba, perfeitamente, no seu bolso.

Crescimento das vendas on-line

Não é de hoje que a tecnologia tem marcado presença em nosso dia a dia. Seja na maneira como nos comunicamos, nos relacionamos ou, inclusive, compramos — essa inovação já possui o seu espaço garantido e deverá crescer bastante com o passar do tempo.

Como você pode imaginar, o mercado imobiliário também foi impactado por tal mudança. Hoje, muitos profissionais da área já utilizam a internet para atrair clientes, divulgar lançamentos, tirar dúvidas e fechar negociações.

O mesmo vale para o público. De uns tempos para cá, e por conta do estilo de vida agitado, é crescente o número de pessoas que estão preferindo firmar parcerias com empresas que possuam plataformas on-line e disponibilizem tais recursos ao público. Para se ter uma ideia, os indivíduos mais atualizados já conseguem vender, comprar ou alugar um espaço pela internet — em um piscar de olhos e sem muita burocracia.

Porém, não se iluda: não estamos falando apenas das negociações realizadas por meio de computadores, como também, naquelas feitas via smartphones, tablets e outros dispositivos tecnológicos. O futuro já é agora!

Maior preocupação com a sustentabilidade

Pensar em sustentabilidade deixou de ser um luxo e virou obrigação. Toda e qualquer empresa que deseja se destacar entre a concorrência, precisa, em primeiro lugar, desenvolver ações inovadoras e que demonstrem se preocupar com o meio ambiente.

No mercado imobiliário, essa transformação vem surgindo com o nome de ecodesign que, basicamente, consiste em construir empreendimentos sustentáveis e capazes de reaproveitar, ao máximo, os recursos naturais da região.

Em uma rápida visita nesses locais, é possível conhecer de perto alguns detalhes bem legais, sendo eles:

  • o uso de energia solar;
  • as construções desenvolvidas para facilitar a iluminação natural;
  • o reaproveitamento de água da chuva;
  • a criação de hortas comunitárias, entre outros.

Ao investir em um patrimônio como esse, os consumidores também conseguem usufruir de diferentes benefícios. O primeiro, é que esses espaços costumam sofrer uma enorme valorização, muito maior do que a dos imóveis tradicionais.

A segunda, por outro lado, diz respeito à consciência e a educação individual, uma vez que cada pessoa terá mais facilidade — e conhecimento — para rever os seus hábitos de consumo e levá-los para outros setores da vida.

Muitas inovações tecnológicas

Diante de tal cenário, não poderia ser diferente — inúmeras inovações tecnológicas estarão, a cada dia, mais capacitadas e preparadas para suprir as necessidades do público. Por exemplo: nas imobiliárias, muitos profissionais já utilizam variados recursos modernos. Veja alguns:

  • uso de realidade virtual, substituindo as visitas aos imóveis;
  • ferramentas de realidade aumentada;
  • chatbots, para prestar um atendimento on-line ágil e eficiente.

Então, o que achou do nosso post sobre as principais tendências do mercado imobiliário para o ano de 2020? Esperamos que tenha gostado!

Caso queira continuar se aprofundando no assunto, aproveita para acessar outro artigo do blog e saber mais sobre as grandes obrigações de uma imobiliária durante a negociação. Vale a pena!

Você também pode gostar

Um comentário em “Quais são as tendências do mercado imobiliário para o ano de 2020?

Deixe um comentário