O que você precisa saber antes de alugar seu primeiro imóvel

O que você precisa saber antes de alugar seu primeiro imóvel
6 minutos para ler

Investir em um imóvel para alugar é uma excelente maneira de obter uma renda extra e diversificar os rendimentos. Da mesma forma, procurar um imóvel para locação também pode ser um obstáculo. Essa não é uma tarefa assim tão fácil, uma vez que envolve diversos fatores, como a definição das prestações referentes ao aluguel, busca por anúncios em canais de comunicação apropriados, reunião de toda a documentação exigida, formalização do contrato etc.

Nesse sentido, contar com o apoio de uma empresa imobiliária é um cuidado que traz praticidade, comodidade e segurança jurídica em todas as etapas do procedimento de locação. Afinal, ninguém melhor para ajudar do que um profissional que trabalha nesse tipo de empresa e que domine conhecimentos envolvendo o mercado e as transações sobre imóveis. Mas, é importante ficar atento a alguns detalhes.

Pensando nisso, vamos abordar a importância de um planejamento bem feito para que se possa proceder a uma futura locação com agilidade. Além disso, vamos apontar as principais questões que devem ser observadas antes de alugar um imóvel. Acompanhe a leitura!

Escolha as regiões para morar

A localização do imóvel é um dos principais fatores que influenciam no trâmite da locação. Afinal, quanto mais valorizada e cobiçada for a região, maiores serão as chances de o imóvel ser alugado rapidamente, uma vez que costuma haver uma grande procura.

Por outro lado, bairros mais distantes e afastados de centros comerciais, com pouca segurança e com escassez de transporte público geralmente causam mais demora no procedimento de locação. Além disso, quanto mais nobre for a área onde o imóvel está situado, maior será o valor referente ao aluguel.

Então escolha as potenciais regiões onde deseja morar. Coloque todos os bairros em uma lista e vá pesquisando cada imóvel, de forma individual, com mais calma. Se possível, procure o auxílio de uma imobiliária nesse sentido, com o intuito de funcionar como intermediária dessa transação.

Defina quanto pode gastar

O valor da locação também é um elemento muito importante e que causa grandes impactos na decisão sobre alugar o imóvel. A pessoa que coloca a propriedade para a locação precisa definir um preço justo a título de aluguel. Assim, precificar o valor do bem se trata de uma tarefa que exige observação sobre as tendências e conhecimento acerca do mercado.

Afinal, nem sempre o futuro locatário dispõe desse tipo de informação e essa visão ampla de mercado. Portanto veja se o preço do aluguel corresponde ao seu orçamento disponível.

Por sua vez, as imobiliárias são empreendimentos especializados nesse tipo de transação e que apresentam todos os recursos necessários para efetuar a precificação dos imóveis — observação de dados, estudos estatísticos, monitoramento por meio de planilhas etc. Da mesma forma, é importante verificar os modos pelos quais a imobiliária efetua a precificação das propriedades.

Preste atenção ao contrato de locação

O contrato é o documento que formaliza o ato de locação. Ele traz segurança jurídica para as partes e garante que todo o procedimento será realizado nos conformes da Lei nº 8245/91 — para que não seja considerado inválido ou nulo. Nesse sentido, é essencial ler e revisar as cláusulas presentes nesse acordo. Essa tarefa costuma ser desempenhada pela própria imobiliária e a sua equipe jurídica.

Antes de assinar o contrato, se certifique de que entendeu todas as condições ali mencionadas. Caso tenha ficado confuso em algum ponto, busque esclarecer as suas dúvidas com o máximo de clareza possível. Esse cuidado evita transtornos e futuros problemas.

Confira todos os documentos necessários

Caso o locatário seja uma pessoa física é necessário apresentar os seguintes documentos, em regra:

  • RG e CPF;
  • Certidão de casamento (óbito, divórcio, se for o caso);
  • Comprovante de rendimento superior a 03 (três) vezes o valor do aluguel líquido;
  • Comprovante de residência;
  • Declaração de Imposto de Renda;
  • Ficha cadastral preenchida e assinada.

Conheça sobre a lei do inquilinato

A Lei nº 8245/91 regulamenta todos os trâmites envolvendo os contratos de locação de bens e imóveis. Nesse sentido, quanto mais você conhecer sobre as principais questões apresentadas pela Lei mais fácil será evitar o surgimento de problemas. Do ponto de vista do locatário, esse diploma legal disponibiliza as seguintes informações acerca de seus direitos e deveres.

Confira os principais direitos do inquilino:

  • deve receber o imóvel em perfeitas condições de uso;
  • goza de isenção do pagamento de despesas extras de condomínio;
  • é desobrigado de pagar despesas extraordinárias que são aquelas voltadas para: reformas estruturais ou de ampliação da edificação etc;
  • é possível efetuar a sublocação do imóvel;
  • recebe indenização por benfeitorias do tipo necessárias e úteis;
  • pode fazer a evolução do imóvel a qualquer tempo — mas está sujeito ao pagamento de multa caso ocorra antes do prazo no contrato;
  • obter os comprovantes de pagamentos de aluguéis.

Confira, a seguir, os principais deveres do locatário:

  • dar um aviso prévio de mudança;
  • cuidar da manutenção do imóvel;
  • honrar com o pagamento das despesas;
  • realizar reformas que sejam necessárias;
  • ter uma boa convivência com a vizinhança e o locador.

Visite o imóvel

A visita ao local onde está situado o imóvel é uma medida que traz mais segurança para o inquilino antes de assinar qualquer contrato de locação. Afinal, ver o ambiente somente por fotos disponibilizadas nos assuntos não é suficiente — a realidade de muitos imóveis não condiz com as fotos postadas.

Então vá pessoalmente até a propriedade e analise de perto toda a estrutura do imóvel — rede elétrica, sistema hidráulico, ventilação, pinturas, iluminação, revestimento, portas e janelas, vizinhança tranquila ou barulhenta etc. Enfim, tenha a certeza de que esse cuidado prévio pode evitar vários percalços durante o período de locação.

Procurar um imóvel para alugar exige paciência e atenção aos detalhes. Nesse sentido, uma boa solução é ser ajudado por uma imobiliária com profissionais experientes e que entendem sobre esse assunto. Ninguém melhor do que eles para ajudar durante todo o procedimento de locação e fornecer dicas que serão muito úteis ao longo de toda a implementação do contrato.

Entendeu o que deve ser observado ao buscar um imóvel para alugar? Quer auxílio nesse sentido? Entre em contato com a imobiliária Desenrola e conheça mais sobre as vantagens de contratar os nossos serviços!

Você também pode gostar

Deixe um comentário