Desenrola News #3

newsletter
7 minutos para ler

2022 ainda está no comecinho, mas já conta com várias tendências e expectativas. Como sempre, a gente fez uma curadoria dos melhores conteúdos de decoração, dicas do dia a dia, curiosidades sobre o mercado imobiliário e muito mais para você ficar por dentro de tudo. Boa leitura!  

de olho nas trends

Falando em trends… que tal atualizar ou renovar o ambiente com estilo? Do design biofílico à mansão de pet, as novidades para deixar seu cantinho ainda mais descolado são inúmeras. Mais praticidade, conforto, conexão com a natureza e bem-estar darão o tom das decorações deste ano. Listamos algumas das principais tendências para você saber o que vai rolar esse ano.


benedito calixto

Inaugurada em 1987, a feirinha da Praça Benedito Calixto, em Pinheiros, faz parte do calendário turístico e é referência cultural em São Paulo. Com exposições artísticas todos os sábados, das 9h às 19h, por lá é possível garimpar antiguidades, comprar artesanatos locais e regionais, conhecer galerias de arte, boutiques e restaurantes. A gente desenrolou um rolê para você conhecer mais o local.   



Sabia que dá para repaginar seu imóvel alugado sem modificar o ambiente? Viver em um imóvel alugado pode ser temporário, mas para quem não curte mudar com tanta frequência a solução é deixar o cantinho o mais aconchegante possível. Vale lembrar que para reformar um imóvel alugado existem diversas regras. Mesmo assim, dá para decorar a casa sem burocracia. 

Pode não parecer, mas mudar a disposição dos móveis muda o clima da casa. Você pode começar trocando o sofá de lugar, por exemplo. Se a mudança for no quarto, inverta o local da cama e armário. Para dar um toque a mais na decoração, adicione um tapete ou artefatos do seu gosto. 

Quadros e pôsteres são outra opção. Além de serem versáteis, não é necessário danificar a parede para fixá-los. Opte por adesivos ou fuja do tradicional ao colocá-los no chão ou em cima da mobília. Você pode fazer o mesmo com espelhos! Lembre-se de tomar cuidado com espelhos apoiados diretamente no chão. A dica é colocar um vaso ou outro item mais pesado para segurá-lo no lugar. 

E aí, curtiu? Que tal fazer uma mudança no seu cantinho para deixá-lo ainda mais do seu jeito? 


news #1

Cleans, extravagantes, históricas, de sapê e, até mesmo, mal-assombradas… quem é que não gosta de dar aquela espiadinha em casas diferentonas?   

Construída em 1949, pelos pioneiros do design Ray e Charles Eames, a casa situada em uma área de 5.666 m² é um marco na história da arquitetura.

Considerada uma obra prima modernista, a Eames House está aninhada em um bosque com mais de 200 eucaliptos, no topo de um penhasco, em frente ao Oceano Pacífico. A ideia do casal era conectar todo o espaço à natureza. Foram, então, estruturadas a residência e o estúdio, ambas de caixas duplas de aço e de amplas janelas. A estética dentro da casa, apesar de aconchegante e preparada para receber visitantes, é leve e funcional, com espaços abertos e muita luz. 

A Eames House passou por reformas a fim de preservar o ambiente e manter o design original. A casa é repleta de itens pessoais da família, como livros, brinquedos, artefatos e mobília. Já o estúdio é a sede da Fundação Eames, que continua atuando na manutenção do local e recebendo visitantes e eventos. 


news #1

A Drica preparou uma jornada através da história e vai continuar te levando para conhecer uma das primeiras habitações humanas. 

Parte da bagagem dos nômades, que se deslocavam em busca de melhores condições de vida e caça, as tendas eram o principal refúgio contra animais e a força da natureza. Da África até o Oriente Médio, passando pelos egípcios e assírios, na Mesopotâmia, os povos antigos tinham diversas maneiras de construir seus abrigos.

Os yurt, na língua turcomana, ou ger, na língua mongólica, eram erguidos com poucos elementos, como ossos e couraças de animais. A Unesco, em 2013, classificou a fabricação tradicional dessas moradas como Patrimônio Imaterial da Humanidade.  

Ainda hoje, em locais como a Mongólia, é possível encontrar este tipo de habitação. No Parque Nacional de Gobi, cerca de cinco mil pessoas moram em gers. O local também é ponto de parada de povos nômades. 

E aí? Toparia passar a noite em uma tenda ao ar livre? 

Se quiser relembrar a história anterior, clique aqui. E continue acompanhando a Drica nessa incrível viagem pelos jeitos de morar da humanidade! 


netflix só que da desenrola

Não é à toa que o universo cinematográfico é considerado a ‘sétima arte’. Afinal, das telonas podem surgir até mesmo diversas ideias decorativas. Pensando nisso, a gente fez uma seleção de filmes com cenários incríveis para te inspirar, vem ver: 

Me chame pelo seu nome (2017)

filme me chame pelo seu nome

A adaptação cinematográfica do livro homônimo, trouxe todo o charme pitoresco das vilas italianas. O cenário é composto por uma tradicional e rústica casa, com bucólicos jardins de 20 mil m² e até pérgolas na varanda. Por dentro, é ainda mais impressionante, com diversos móveis que foram adquiridos em antiquários de Milão. A residência, que se chama ‘Villa Residenziale Lombardia’, está à venda por 1,7 milhões de euros — o equivalente a R$ 6,7 milhões. Interessou? Chama no zap!

Parasita (2019)

Linhas retas, contemporaneidade e uma imensa fachada de vidro. Esse é o pano de fundo principal para o filme Parasita, ganhador do Oscar. Na obra, a casa foi planejada pelo arquiteto Namgoong Heyonja, mas quem a criou na vida real foi o cenógrafo Lee Ha Jun. Para o projeto, Lee se colocou no lugar de um “arquiteto contemporâneo”, priorizando por imóveis finos e retos, mobília escura, grandes quadros e muita luz natural das janelas de vidro. 


news seção

Desenrolamos algumas dicas de segurança para manter seu imóvel protegido. 

Confira o vídeo e fique por dentro das dicas do Especialista em Segurança Eletrônica e Internet das Coisas, Emerson Akiyama.


seção da news
Como montar a sua hortinha Com pautas como sustentabilidade e consumo consciente cada vez mais em alta, o cultivo caseiro tem ganho destaque. Para quem preza por uma alimentação livre de agrotóxicos e de alta qualidade, ter uma hortinha em casa pode ser uma boa ideia. Seja em uma casa com bastante espaço ou no apê dá para cultivar a sua própria horta. Primeiro, basta escolher o lugar em que você vai montar: varanda, janela, sacada, quintal ou qualquer cantinho na cozinha. O segundo passo é checar a luminosidade. Se for um local bem iluminado pela luz do sol, você pode cultivar hortaliças e leguminosas. Espaços sombreados são ideais para ervas e temperinhos. 
hortinha em casa
Imagem via Pexels por cottonbro
A dica principal é escolher plantas que não precisem de vasos tão grandes, mas que se adaptem a qualquer espaço, como salsinha, coentro, manjericão, alecrim, espinafre, agrião, tomatinho-cereja e morangos. Além de ter seu próprio cantinho verde, você ainda tem um ótimo item decorativo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário