Entenda como usar o FGTS para comprar um imóvel

como usar fgts para comprar um imóvel
6 minutos para ler

Adquirir a tão esperada casa própria é o sonho de boa parte dos brasileiros. No entanto, por conta do alto valor das construções, tal desejo acaba ficando um pouco distante para a maioria das pessoas. Sendo assim, as instituições financeiras, como a Caixa Econômica Federal, resolveram criar soluções capazes de facilitar essa tarefa. Por isso, neste post ensinaremos como usar FGTS para comprar um imóvel.

Isso mesmo! Também conhecido como (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), esse recurso é utilizado como uma forma de abater uma parcela do pagamento da casa ou apartamento, garantindo assim, menos juros e um financiamento mais brando no futuro.

Contudo, existem alguns usuários que ainda desconhecem como esse procedimento funciona, os seus benefícios e pré-requisitos. Você é um deles? Então, continue conosco. Vamos esclarecer dúvidas e ajudaremos você a ter mais essa realização. Boa leitura!

Quais as vantagens de usar o FGTS nesse processo?

Existem muitas vantagens de optar pelo uso do FGTS na compra de um imóvel. E o sucesso é tão grande que, nos últimos anos, esses índices só aumentaram. De acordo com uma pesquisa, realizada em 2019 pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), intitulada “Análise das Necessidades Habitacionais e suas Tendências para os Próximos Dez Anos”, foram feitos mais de 1 milhão de saques do FGTS somente no primeiro semestre de 2017.

O motivo é um só: a maioria dos indivíduos tinha planos de utilizar o saldo para fins de financiamento da casa própria. Tal número não parou de crescer. Em 2018, o volume desse tipo de retirada aumentou, apresentando uma diferença de 18% em relação ao mesmo período do ano passado. Ainda segundo o estudo, a previsão é que até 2021 esse montante chegue a R$50 bilhões, destinados apenas aos investimentos no mercado imobiliário. Bastante, não é mesmo?

O valor do FGTS ajuda — e muito — no pagamento das parcelas para a quitação do imóvel. Caso o montante seja alto, é possível usá-lo como entrada, abatendo boa parte dos juros e mensalidades.

Já se a quantia for menor, não há problema. Mesmo com pouco valor, há a possibilidade de utilizar a verba como uma forma de suavizar o pagamento. Desse modo, ao abraçar tal proposta você poderá:

  • utilizar o FGTS para reduzir os juros do financiamento imobiliário;
  • utilizar o FGTS como entrada para o pagamento;
  • utilizar o FGTS para organizar o seu orçamento da dívida;
  • utilizar o FGTS para encurtar o período do financiamento.

Quais os passos para usar o FGTS na compra de um imóvel?

Antes de se planejar e escolher o seu futuro imóvel, é preciso ficar de olho em todas as etapas do saque do FGTS. O primeiro passo é reunir a documentação exigida para essa finalidade, garantindo que o seu processo aconteça sem nenhum impedimento. Os principais itens são:

  • RG e CPF;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Estado Civil, se preciso;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • comprovante de residência referente aos últimos 3 meses;
  • Certidão de Matrícula e cópia do IPTU do imóvel em questão.

Lembre-se: é fundamental prestar atenção nos limites de valor. Ainda que o FGTS seja uma boa pedida para quem deseja financiar a casa própria, você precisará entender qual é a quantia máxima de compra permitida, de acordo com a Legislação Brasileira.

Podemos dizer que esse limite, frequentemente, sofre algumas alterações, por isso, é importante checar essas informações atualizadas diretamente no site dos órgãos responsáveis.

Para se ter uma ideia, a quantia máxima de uma propriedade não deve passar a faixa do R$1,5 milhão em todo o país. Com esses dados em mente, as etapas para sacar o seu saldo são:

  • Passo 1: consulte o seu montante disponível em uma agência da Caixa Econômica Federal;
  • Passo 2: separe todos os documentos necessários;
  • Passo 3: procure a instituição financeira, apresente a documentação e verifique se há a possibilidade de usar a quantia para tal benefício.

Quais são as regras e limitações?

Se você deseja aprender como usar FGTS para comprar um imóvel, é preciso analisar as regras estabelecidas pelos órgãos para que essa mecânica ocorra tranquilamente.

Aqui, também é importante ter em mente que, caso o comprador descumpra qualquer requisito, a requisição será bloqueada e, com isso, o seu sonho ficará ainda mais distante. Portanto, todo cuidado — e atenção — são poucos. Veja abaixo quais são esses detalhes:

  1. o trabalhador precisa apresentar, no mínimo, 3 anos de lançamentos de FGTS em seu cadastro. As quantias ainda podem ser originárias de empresas distintas e em períodos variados;
  2. o usuário não pode apresentar outro financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), em qualquer estado ou cidade brasileira;
  3. para utilizar o saldo do FGTS, o indivíduo não pode ser proprietário, promitente comprador ou, até mesmo, usufrutuário de qualquer espaço residencial localizado em área urbana;
  4. caso o FGTS seja usado para amortizar as parcelas ou quitar um saldo de financiamento ativo, será necessário estar com todos os pagamentos em dia quando a solicitação da retirada for feita;
  5. o comprador do imóvel deve ser o titular que pretende pagar todas as parcelas do financiamento. Em outras palavras, não será possível utilizar o saldo para quitar a aquisição de um amigo ou parente.

E tem mais!

Há também, algumas regras que são aplicadas diretamente nos imóveis, para que eles possam ser financiados ou ter as suas parcelas suavizadas com o uso do FGTS. A seguir, mostramos alguns desses detalhes.

  1. é preciso que o imóvel esteja situado em área urbana e focado apenas para fins residenciais;
  2. a propriedade precisa ter a finalidade de moradia do titular da conta do FGTS;
  3. caso o imóvel esteja em fase de construção ou se trate de um terreno, não será possível utilizar o saldo do FGTS por, no mínimo, três anos;
  4. o local deverá ser devidamente vistoriado para que o uso do Fundo seja aprovado. Fora isso, será necessário que as suas condições impecáveis e sem vícios de construção.

E então, após a leitura ficou fácil aprender como usar FGTS para comprar um imóvel? Esperamos que sim!

Caso ainda tenha dúvidas a respeito do assunto, não perca tempo e entre agora mesmo em contato conosco. Será um prazer atendê-lo e ajudá-lo a realizar esse sonho!

Você também pode gostar

Deixe um comentário