Como escolher um bairro para morar? Confira nossas 4 dicas

como escolher um bairro para morar
4 minutos para ler

Na hora de comprar ou alugar uma propriedade, há uma dúvida que atinge boa parte dos clientes: “como escolher um bairro para morar?”. Não é para menos. Ao longo da pesquisa, precisamos ficar atentos a inúmeros detalhes, que incluem tanto as características das construções, quanto a região onde o imóvel está situado. E, claro, a localização também tem um papel importantíssimo.

De acordo com a região eleita para viver, os moradores poderão desfrutar de inúmeros benefícios, como ter mais qualidade de vida, fácil acesso ao comércio e total segurança. Já quando essa decisão é tomada de maneira equivocada, o arrependimento é certeiro — e muitas pessoas podem começar a sofrer com as questões que envolvem a vizinhança ou a falta de infraestrutura.

Queremos que você siga o melhor caminho possível. Por isso, trouxemos para o post um compilado de dicas sobre como escolher um bairro para morar e garantir o máximo de satisfação. Continue acompanhando a leitura e fique por dentro!

1. Observe a infraestrutura do bairro

O primeiro passo a ser seguido por quem deseja aprender como escolher um bairro para morar, é estar atento à infraestrutura do local. Durante a sua visita na região, analise com cuidado a situação do calçamento, se há um bom sistema de abastecimento de água, as condições que envolvem o saneamento e até os detalhes do recolhimento de lixo.

Considere ainda, realizar essa tarefa com o acompanhamento de um especialista na área. Caso não seja possível, tente conversar com os vizinhos para levantar as seguintes informações:

  • o bairro costuma sofrer com alagamento?
  • existem vias de fácil acesso e com boa pavimentação?
  • quais são as opções de transporte público disponíveis?
  • é fácil se deslocar do bairro em questão a outros pontos da cidade?

Com esses dados em mente, você terá uma boa base para decidir, desde já, se a localidade consegue — ou não — suprir as suas necessidades e do restante da família.

2. Fique de olho na qualidade das construções

A aparência das construções também pode dizer muito sobre o bairro em si. Locais que apresentam imóveis mal conservados, com fachadas destruídas e, inclusive, vandalizadas, tendem a ser bem menos valorizados no mercado imobiliário.

Por outro lado, aqueles compostos por propriedades conservadas, com jardins e canteiros que passam frequentemente por manutenções, são vistos com bons olhos pelos investidores do setor.

Diante desse cenário, se a ideia é realizar um investimento próspero, analisar tais questões é de extrema relevância e fará com que você colha bons frutos no futuro.

3. Faça visitas em horários alternados

Que tal visitar o bairro de seu interesse em diferentes períodos do dia? Isso mesmo! Ao investir nessa prática, você conseguirá perceber como o local funciona em variados momentos.

Por exemplo: durante à tarde, vale verificar se é tranquilo levar os seus filhos para brincarem na praça. Já à noite, a sua atenção deverá ser em relação ao trânsito, especialmente, durante o horário de pico.

Tente, ainda, conferir se ao anoitecer a região tende a ficar mais perigosa e se há a necessidade de investir em medidas de segurança especiais no imóvel escolhido.

4. Analise os pontos comerciais

Morar em um local com fácil acesso aos centros comerciais é uma grande conquista. Como sabemos, boa parte da população possui rotinas agitadas, e nem sempre há a possibilidade de realizar grandes deslocamentos para conseguir fazer uma compra ou contratar um serviço.

Contudo, tal cenário pode ser facilitado quando a residência está situada perto de farmácias, supermercados, postos de gasolina, bancos e por aí em diante. A princípio, pode até parecer que esse detalhe é supérfluo, mas acredite, ao longo dos dias, você perceberá como tais conveniências conseguem tornar a rotina mais prática e saudável.

Dica

A mesma sugestão vale para hospitais, clínicas médicas e prontos-socorros — principalmente, quando temos crianças, idosos ou pessoas com necessidades especiais na família. Não se esqueça!

Viu só? Ao seguir essas recomendações, será possível tomar a sua melhor decisão e garantir um imóvel excelente para quem você mais ama.

Caso tenha gostado das nossas dicas sobre como escolher um bairro para morar, aproveite para também assinar a nossa newsletter e receber conteúdos como este diretamente em seu e-mail. Até a próxima!

Você também pode gostar

Deixe um comentário