Aluguel sem fiador: como funciona e quais são as opções disponíveis?

aluguel sem fiador
6 minutos para ler

Se você vem tentando entender como funciona aluguel sem fiador e ainda não conhece as principais opções disponíveis, veio ao lugar certo para compreendê-las. Existem, ao menos, quatro alternativas principais para essa questão que podem ser exploradas para não depender de ninguém na hora de alugar um imóvel. Afinal, perder a oportunidade de fechar um contrato por conta de outra pessoa é bastante ruim.

Neste post, vou detalhar como isso ocorre para que você possa se preparar para conquistar essa autonomia na negociação. Continue lendo e aprenda com as informações a seguir.

Como esse tipo de aluguel funciona?

O aluguel sem fiador dispensa a necessidade de uma pessoa terceira pessoa como forma de garantia financeira na relação comercial estabelecida entre proprietário e inquilino. A locação autônoma pode ocorrer de quatro formas principais. Elas são:

  • aluguel com caução;
  • títulos de capitalização;
  • seguro-fiança;
  • fundos de investimento.

Em cada uma dessas alternativas — que iremos aprofundar mais à frente — é possível garantir ao proprietário que não ficará sem seu dinheiro caso haja inadimplência por parte do locatário. Afinal de contas, a única razão para a exigência de um fiador é justamente garantir que mesmo que o locatário não cumpra seus deveres financeiros, haverá alguém para fazê-lo em seu lugar. Isso gera segurança para o proprietário e maior solidez na negociação.

Quais são as vantagens para o locatário?

Para o locatário, isso agiliza o processo de locação já que não terá que despender tempo, energia e até dinheiro se locomovendo de um lugar ao outro e fazendo ligações para procurar alguém de confiança que tope ser o fiador do imóvel. Isso encurta o caminho para a solução e permite garantir que o proprietário terá o seu dinheiro em dia, seja por meio de uma quantia extra de dinheiro, títulos de capitalização ou fundos de investimentos.

Em um mundo onde as pessoas cada vez têm menos tempo e buscam soluções mais rápidas para seus problemas, torna-se crucial encontrar alternativas que atendam a essa demanda. Por esse motivo, o aluguel sem fiador é extremamente vantajoso para o locatário que não depende mais de uma terceira pessoa para morar no imóvel desejado.

Qual é a forma mais segura de conseguir?

Para entender qual a forma mais segura de conseguir aluguel sem fiador é importante entender como cada uma das alternativas funciona e, assim, escolher aquela que melhor se adequa à sua realidade financeira. Abaixo, destrinchei cada uma delas. Veja!

Aluguel com caução

O aluguel com caução é o formato mais tradicional e garantido por lei. Nele, você faz um depósito de até três vezes o valor do aluguel e, ao final do contrato, recebe esse dinheiro de volta com correção monetária.

Infelizmente, muitos proprietários abusam dessa cobrança sobre inquilinos desavisados que aceitam pagar até seis vezes o preço do aluguel como forma de garantia. Por isso, fique atento para não ser enganado e prefira contar com uma imobiliária para ter a certeza de que está negociando de forma correta.

Títulos de capitalização

Os títulos de capitalização podem ser utilizados como forma de garantia ao proprietário. Inclusive, existem imobiliárias que oferecem modelos específicos, utilizados pelos proprietários como forma de ofertar aos locatário uma alternativa de aluguel que não dependa de um fiador.

Contudo, essa modalidade não é garantida por lei e, se não estiver devidamente estipulada em contrato, pode trazer dores de cabeça mais à frente. Obviamente, contando com uma imobiliária você evita esses transtornos ao saber que está lidando com profissionais.

Fundos de investimento

Os fundos de investimento também podem servir como garantia ao proprietário. Eles funcionam da seguinte forma: caso o inquilino deixe de arcar com seus compromissos financeiros, os fundos poderão ser apossados pelo proprietário, que poderá fazer o saque ou, até mesmo, mantê-los investidos para fazer o resgate quando melhor lhe convier. Ademais, os fundos precisam ser do valor do caução para que sirvam como garantia.

Esse modelo também não é previsto por lei, sendo crucial estar determinado em um contrato que esse foi o acordo estipulado entre as partes. Contar com uma imobiliária para redigir corretamente o contrato é fundamental nesse processo.

Seguro fiança ou seguro aluguel

O seguro fiança ou seguro aluguel podem ser um pouco mais baratos que o caução, com a vantagem de que o seu valor pode ser dividido entre as parcelas do aluguel a serem pagas ao longo do contrato. Como desvantagem, traz o fato de que, como qualquer outro seguro, é um dinheiro que você não vê de volta.

Isso significa que você se livra da necessidade de fiador e de desembolsar três vezes o valor do aluguel para garantir que poderá ficar no imóvel que deseja, porém, não poderá resgastar o valor que foi pago no seguro contratado e que terá como beneficiário o proprietário.

Como fazer a melhor escolha?

Para fazer a melhor escolha é necessário levar em conta alguns pontos principais. Eles vão desde questões financeiras até mesmo o tempo que você tem disponível para avaliar imóveis e escolher onde irá morar. A seguir, elenquei algumas dessas questões.

Dinheiro

Durante o processo da escolha, faça-se perguntas como “Eu tenho condições de realizar um depósito caução?” ou “Eu disponho de títulos de capitalização ou investimento como alternativa?”.

Tempo

Você precisa alugar um lugar para você com urgência? Já se organizou para ter uma reserva de dinheiro a fim de garantir que não perderá uma boa oportunidade quando encontrá-la? Muitas vezes, a pressa por encontrar um local pode fazer com que você se envolva em maus negócios, porém, isso não significa que você não consegue encontrar um bom lar em pouco tempo. Tudo o que você precisa é planejar estrategicamente e fazer muitas pesquisas.

Alternativas

Se você não tem dinheiro para caução, que tal considerar o seguro aluguel como forma de morar onde tanto quer? Procure outras opções que possam fazer com que você alcance o seu objetivo, sem se prejudicar financeiramente.

Como você pôde ver, essa é uma equação na qual é preciso pesar tempo e dinheiro, sem desconsiderar as alternativas possíveis para isso. Cada caso tem suas particularidades e você deve avaliar todos os prós e contras antes de tomar sua decisão. Dessa maneira, lembre-se de que aluguel sem fiador é algo totalmente possível e, com as informações deste post, ficou mais fácil dar um passo à frente e escolher a opção que vai ao encontro dos seus interesses.

Se gostou de saber como é alugar sem fiador e as opções disponíveis para essa alternativa, entre em contato conosco agora mesmo e conheça as soluções que tenho para você.

Você também pode gostar

Deixe um comentário